Três formas de superar uma nota baixa

Por que meu filho só tira notas baixas?

A origem das notas baixas

A origem das notas baixas está na complexa relação entre família – criança – escola. É um tema profundo que promove diversas reflexões, pois trata-se de relações de confiança, respeito e reconhecimento. Os pais precisam confiar na escola e nos professores. A escola precisa respeitar a cultura familiar de cada aluno e  entender suas limitações. 

Quando os pais são respeitados em seus papéis e cultura, os filhos se sentem bem acolhidos pela instituição escolar. Uma relação de confiança entre pais e escola proporciona segurança aos filhos e uma fluidez no processo de aprendizagem. Portanto, a relação entre esses membros é imprescindível no sucesso escolar dos estudantes.

Nesta relação há a questão social a qual está vinculada a esta tríade (pais – escola – crianças). Leia-se “social”como: socioeconômico, sociocultural, sócio familiar, sócio educacional. Somos seres sociais, não podemos falar de questões humanas deslocadas dos contextos coletivos em que cada pessoa está inserida.

Inicialmente, precisamos considerar que as notas representam uma parte do rendimento escolar. Isto significa que não podemos mensurar todo o aproveitamento escolar com base nas avaliações. A aprendizagem ocorre durante toda vida, e  há muitos elementos que provocam algum tipo de aprendizado: situações da vida cotidiana, um ofício, a escola, o conhecimento, a família, a comunidade, etc.

Atenção!

Em todas elas há um elemento comum: o ser humano. A este processo de aprendizagem, que ocorre ao longo da vida, chamamos de formação humana continuada.

De acordo com o psicólogo Lev Vygotsky, a aprendizagem ocorre na relação com o outro. Segundo o autor, tal interação social suscita compreensão da linguagem verbal, e posteriormente,  apropriação cultural e aquisição de conhecimentos produzidos pela humanidade.

Uma criança nasce com as condições biológicas de falar, mas só desenvolverá a fala se aprender com os mais velhos

Lev Vygotsky

Outros aspectos cruciais para o aprendizado são as condições socioeconômicas e psicoemocionais. Uma criança ou adolescente que não possui suas necessidades básicas atendidas, não terá disposição para manter-se concentrada durante as aulas. Assim como, alunos que estão sob fortes emoções de medo, preocupação, tristeza, ansiedade (muitas vezes decorrentes de mudanças, perdas ou conflitos familiares, ou por conta de psicopatologias.) não conseguirão assimilar as informações transmitidas pelos professores, consequentemente, terão uma queda nas notas e no desempenho escolar. Tais situações propiciam culpabilidade sobre a criança e entristecimento dos pais.

O Capital Intelectual

O capital intelectual tornou-se fundamental para a inserção social, profissional  e manutenção da dignidade humana. Essas necessidades se traduziram numa educação formal e obrigatória, na qual crianças e adolescentes têm o direito de adquirir, trata-se da educação básica. 

Notas baixas? Não desanime, confira algumas dicas
Por que meu filho só tira notas baixas?

A educação básica, assim como sugere o nome, é basilar para aquisição de conhecimentos específicos e complexos ao longo da vida. Logo, pais esperam que seus filhos assimilem o máximo de conteúdo e tenham um ótimo desempenho escolar, porém nem sempre isso ocorre.


Busca a Dica!

A educação formal, muitas vezes, torna-se ponto de tensão desde os primeiros anos de vida. Quanto mais tensa, com medo e ansiosa uma criança estiver, menos aprendizado ela terá.

Geralmente, os estudantes recorrem a mecanismos como “decorar” ou “colar” para não tirarem nota baixa. Por meio dessas técnicas, alguns tiram notas altas, mas isto não significa um verdadeiro aproveitamento escolar.

O aprendizado precisa ser prazeroso para ter efeito. É necessário um estímulo positivo  que desperte o interesse pelo conhecimento, descobrindo como é bom aprender algo novo.

E quando aparecerem as notas baixas? O que devemos fazer?

A maior parte dos alunos apresentarão uma ou mais notas baixas ao longo da educação básica, portanto não se desesperem! 

O que fazer quando os filhos estão com nota baixa na escola?
Notas baixas: o que devemos fazer?
  • Averigue o comportamento da criança ou adolescente, veja se algo está lhe afetando emocionalmente; 
  • Verifique como estão as relações escolares com colegas, professores, coordenação e direção;
  • Elabore uma rotina escolar. Desenvolva um calendário de atividades e especifique o que será estudado de segunda a sexta-feira, determinando horários de estudo e pausas.
  • Observe a rotina do sono, pois o descanso da mente e do corpo são importantíssimos para a concentração escolar. Vários estudantes passam a noite toda jogando pelo computador, assistindo a séries ou conversando com colegas, tais atividades em horários inoportunos atrapalham significativamente o rendimento escolar, pois os alunos chegam extremamente cansados, sonolentos e desatentos para as aulas. 
  • Se há falta de interesse, investigue os motivos que estão interferindo ou desestimulando a rotina escolar; 
  • Observe se a criança ou adolescente possui alguma defasagem num determinado conteúdo, pois isto impedirá o acréscimo de outros conhecimentos;
  • Analise em quais disciplinas o seu filho está com defasagem e verifique determinados comportamentos, em alguns casos é necessário uma investigação aprofundada por parte de um profissional específico, como psicólogos e neurologistas.

As brigas ou desapontamento com os resultados avaliativos, geralmente não surtem efeitos positivos. O ideal é que os pais conversem com seus filhos e entendam o motivo desta defasagem, também é importante destacar a participação dos responsáveis em reuniões escolares durante o semestre.

Se notarem algo estranho relacionado à escola, devem procurar a coordenação acadêmica para solucionar dúvidas e alinhar as expectativas em relação ao desempenho acadêmico do estudante.

Geralmente, quando as notas baixas são recorrentes, os alunos apresentam comportamentos inadequados no ambiente familiar e escolar. Entretanto, pais e professores, por vezes cansados, não sabem como agir, e exaustos castigam e oprimem, ainda mais, uma criança ou adolescente que, de alguma forma, pode estar em sofrimento.

No ambiente familiar os pais devem:

Indisciplina e notas baixas
Como ajudar o rendimento escolar do meu filho?
  • Procurar novas maneiras de se comunicar com os filhos, buscando e demonstrando proximidade e identificação com os problemas didáticos e a rotina escolar. Mostre para o seu filho que você também já foi aluno e que tinha dificuldades em alguns conteúdos ou disciplinas. 
  • Envolva a tecnologia no aprendizado. Seja por meio de tendências, como a gamificação (utilização de jogos didáticos de videogame) ou como ferramenta de reforço escolar, a tecnologia despertará mais interesse e disposição em aprender.
  • Faça com que seu filho se movimente! A atividade física promove um bem-estar psíquico e auxilia no processo de assimilação de conteúdo, promove disciplina e concentração. 
  • Limite o tempo de cada atividade! É essencial que os estudantes saibam que há determinados horários para cada tarefa e para os momentos de lazer. Por isso, desenvolva uma rotina de estudos domiciliar e estabeleça horários dedicados ao descanso e atividades como jogar videogame; assistir a filmes e séries; navegar na internet pelo celular ou computador; e acessar as redes sociais. 

Outra forma de lidar com notas baixas em sala de aula é por meio da realização de aulas de reforço extraclasse. A Busca Prof. Brasil tem uma equipe de professores especializados que irão  tirar dúvidas, esclarecer aprendizados e praticar melhor os exercícios ao lado do seu filho. O objetivo é acertar o ritmo de aprendizado deste estudante na escola regular.

Nosso compromisso está no desenvolvimento integral de crianças e adolescentes.

Busca Prof. Brasil

Gostou do conteúdo de hoje? Quer saber mais? A Busca Prof. Brasil oferece diversas publicações relacionadas ao ensino e aprendizagem, além de dicas valiosas para melhorar o desempenho escolar do seu filho. Fique ligado!

Busca Prof. Brasil
Busca Prof. Brasil

Somos uma empresa de educação que promove experiências educativas inspiradoras para auxiliar os estudantes no aprendizado, com formas diferentes de aplicar o conteúdo escolar. Nossa preocupação é com a formação integral de crianças e adolescentes.

Referências

ESCOLA EM MOVIMENTO. O que o professor pode fazer quando um aluno está com notas baixas?. Educação em Movimento. Disponível em: https://escolaemmovimento.com.br/blog/o-que-o-professor-pode-fazer-quando-um-aluno-esta-com-notas-baixas/. Acesso em 11 de maio de 2022.